Passar para o Conteúdo Principal

Pacheco Pereira é o convidado da Biblioteca Municipal de Leiria no próximo sábado

Getresource 1 675 2500
11 Junho 2018

 

Pacheco Pereira é o convidado da tertúlia “Leiria Convida”, no próximo sábado, dia 16 de Junho, pelas 17:00 na Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira, em Leiria, numa parceria com o semanário Região de Leiria.

Professor, cronista, político, Pacheco Pereira estará à conversa sobre a criação de EPHEMERA, projecto de uma vida que pretende divulgar o espólio, acervo, livros, periódicos, manuscritos, panfletos, fotos, objetos que pertencem ao seu arquivo pessoal.

José Pacheco Pereira nasceu na cidade do Porto. Em 1978 concluiu a licenciatura em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Professor do ensino secundário, acumularia a sua carreira no ensino com uma intensa colaboração nos meios de comunicação social (jornais, na rádio, na televisão e na blogosfera), na opinião política e de comentário da atualidade. Leccionou no ISCTE — Instituto Universitário de Lisboa e em instituições de ensino particular, nomeadamente na Universidade Autónoma de Lisboa.

A 9 de Junho de 2005 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade pelo então Presidente da República Jorge Sampaio.

No âmbito da sua dedicação à investigação da história contemporânea portuguesa, merece destaque a sua atividade na recolha e classificação de documentação e objetos sobre a vida política e história contemporânea de Portugal.

Na sua biblioteca, instalada desde 2003 na vila da Marmeleira, Rio Maior, com cerca de 110. 000 títulos, é possivelmente a maior biblioteca privada portuguesa, onde podemos encontrar os papéis de Francisco Sá-Carneiro deixados à sua secretária, a mobília de Vítor Crespo, antigo Presidente da Assembleia da República ou os relatórios do general Henrique Galvão na Guerra Civil de Espanha.

Contamos com a sua presença.

 

Obras de Pacheco Pereira

· As lutas operárias contra a carestia de vida em Portugal: a greve geral de Novembro de 1918 (Portucalense Editora, 1971);

· Conflitos sociais nos campos do sul de Portugal (Publicações Europa-América, 1983);

1984: a esquerda face ao totalitarismo, com João Carlos Espada (Moraes, 1984);

A sombra: estudo sobre a clandestinidade comunista (Gradiva, 1993);

O nome e a coisa: textos dos anos 1980 e 90 (Editorial Notícias, 1997);

Desesperada Esperança e outros textos (Editorial Notícias, 1999);

Álvaro Cunhal, Uma Biografia Política. Vol. I: Daniel, O Jovem Revolucionário (1913–1941) (Círculo de Leitores, 1999);

Álvaro Cunhal, Uma Biografia Política. Vol. II: Duarte, O Dirigente Clandestino (1941–1949) (Círculo de Leitores, 2001);

Vai pensamento: ensaios e outros textos (Quetzal, 2002);

Álvaro Cunhal, Uma Biografia Política. Vol. III: O Prisioneiro (1949–1960) (Círculo de Leitores, 2005);

Quod Erat Demonstrandum — Diário das Presidenciais (Julho 2005 – Janeiro 2006) (Alêtheia, 2006);

Portugal: Identificação de um país, com Maria Filomena Mónica, Miguel Portas, Boaventura Sousa Santos e Fátima Campos Ferreira (Relógio d'Água, 2007);

O paradoxo do ornitorrinco (Alêtheia, 2007);

"O um dividiu-se em dois": Origens e enquadramento internacional dos movimentos pró-chineses e albaneses nos países ocidentais e em Portugal (1960–1965) (Alêtheia, 2008);

As Armas de Papel. Publicações periódicas clandestinas e do exílio ligadas a movimentos radicais de esquerda cultural e política (1963–1974) (Temas e Debates / Círculo de Leitores, 2013).

Crónicas dos dias do lixo (Temas e Debates / Círculo de Leitores, 2013);

Álvaro Cunhal, Uma Biografia Política. Vol. IV: O secretário-geral (Círculo de Leitores, 2005

Câmara Municipal de Leiria
Largo da República, 2414-006 Leiria
T 244 839 500
E cmleiria@cm-leiria.pt

Validação
powered by Wiremaze
Compete 1 675 999