Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao Início

Paulo Lameiro vai preparar candidatura de Leiria a Capital da Cultura

Lameiro3   c pia 1 675 2500
21 Agosto 2018

A empresa Musicalmente, liderada pelo maestro e musicólogo Paulo Lameiro, foi a vencedora do concurso lançado pelo Município de Leiria para a contratação de serviços de consultoria e programação no âmbito da estratégia cultural tendo em vista a preparação da candidatura de Leiria a Capital Europeia da Cultura em 2027.

A contratação, aprovada esta terça-feira em reunião de Câmara, visa o desenvolvimento de uma estratégia cultural para preparação da candidatura, sendo para tal necessário recorrer à contratação de serviços de consultoria e programação até agosto de 2021.
Para este fim, realça o texto do concurso, “exige-se uma equipa liderada por um diretor artístico, com elevada experiência, a vários níveis, nomeadamente no âmbito da conceção e produção artística, formação artística, projetos internacionais, entre outros, bem como provido de elevada notoriedade neste contexto”.

Paulo Lameiro, musicólogo, maestro e professor, é diretor artístico na Companhia Musicalmente e da Sociedade Artística e Musical dos Pousos (SAMP).

Este é mais um passo no sentido de concretizar a ambição do Município de Leiria de ser Capital Europeia da Cultura em 2027.

O anúncio da intenção de candidatura de Leiria a Capital Europeia da Cultura foi feito em 2015 pelo presidente da Câmara Municipal, Raul Castro, durante a inauguração do Museu de Leiria, um projeto que constituiu o primeiro passo nesse sentido.

Em 2016 foi criado um Grupo de Missão, coordenado por João Bonifácio Serra, que inicialmente era composto ainda por Acácio de Sousa, Helena Brites, Joaquim Ruivo e Paulo Lameiro.

A Capital Europeia da Cultura
A Capital Europeia da Cultura é uma iniciativa da União Europeia, que visa o desenvolvimento cultural, social e económico sustentável das cidades e comunidades acolhedoras do evento.

Em cada ano, este título é atribuído a duas cidades europeias, sendo as candidaturas presentes pelos Estados interessados com quatro anos de antecedência.

A Capital Europeia da Cultura foi lançada em Atenas em 1985, como uma iniciativa intergovernamental. No entanto, desde 2005, a nomeação das cidades passou a estar englobada no âmbito comunitário.

Segundo o site da União Europeia Eurocid, para as cidades escolhidas, trata-se de uma grande oportunidade para a regeneração urbana, promoção internacional, aumentar a vida cultural citadina e a atração turística, sendo a seleção das cidades resultado de uma análise detalhada de um conjunto de critérios definidos pelas instituições europeias.

Os objetivos são a valorização da riqueza e da diversidade das culturas europeias, contribuindo para um maior conhecimento mútuo dos cidadãos europeus.

É desejável que a iniciativa, as estruturas e capacidades criadas neste âmbito sejam utilizadas como base para uma estratégia de desenvolvimento cultural sustentável nas cidades em questão, garantindo os efeitos a longo prazo da manifestação "Capital Europeia da Cultura", refere o site Eurocid.

A União Europeia contribui financeiramente para a "Capital Europeia da Cultura", na forma de um prémio monetário de 1,5 milhões de euros, a que se podem juntar fundos estruturais (através dos acordos de parceria entre a Comissão Europeia e os Estados-Membros) e os programas europeus como Erasmus+, Europa Criativa ou Europa para os cidadãos.

Câmara Municipal de Leiria
Largo da República, 2414-006 Leiria
T 244 839 500
E cmleiria@cm-leiria.pt

Validação
powered by Wiremaze