Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao Início

Ópera no Património traz grandes espetáculos a Leiria

Conf imp opera no patrimonio 1 675 2500
03 Setembro 2019

Madama Butterfly, ópera em três atos, de Giacomo Puccini, é o destaque da programação de 2019, em Leiria, do O.P.(us) – Ópera no Património, que decorre na cidade do Lis entre os dias 05 e 09 de setembro.

Em conferência de imprensa realizada esta terça-feira, dia 03 de Setembro, no Jardim da Almuinha Grande, em Leiria, o projeto foi apresentado pelo seu mentor e programador, o maestro José Ferreira Lobo e pela vereadora da Cultura da Câmara de Leiria, Anabela Graça, que destacaram a importância deste evento que oferece ao público uma programação de grande qualidade, conjugada com uma simbiose entre a música clássica e os espaços patrimoniais onde os espetáculos vão decorrer.

Anabela Graça destacou o facto de Leiria ser líder desta terceira edição, bem como a novidade deste ano: a ligação da ópera ao património natural, com a apresentação do Concerto Coral Sinfónico com Requiem de Giuseppe Verdi no Jardim da Almuínha Grande, um espaço novo e nobre da cidade, que com certeza irá cativar muito público.

“Queremos que Leiria continue a ser um eco-projeto cultural, além de atrair público não só de Leiria mas de todo o território, num processo de democratização da cultura. Vamos continuar a apostar neste evento para que a cultura chegue a todos”, afirmou Anabela Graça, que destacou ainda a vertente educativa dos concertos com a realização de iniciativas nas escolas, no âmbito do programa.

José Ferreira Lobo referiu que “não há cultura sem educação e que a Ópera no Património combina estas duas vertentes”, destacando que este evento “permite, pela sua diversidade, estabelecer pontes entre diversas áreas do conhecimento”.

“Leiria é um líder importante que permite a existência de uma plataforma de trabalho exportável e que possui um equipamento de referência, como é o caso do Teatro José Lúcio da Silva, que possibilita apresentar ópera numa versão integral”, afirmou o maestro.

“Podemos considerar que pelos frutos que deu e pelo seu sucesso, a O.P.(us) – Ópera no Património, a seguir ao Teatro São Carlos, é hoje a segunda estrutura a produzir ópera em Portugal”, disse.

Programa em Leiria
Na cidade do Lis, o Moinho do Papel é o primeiro espaço a receber os Concertos no Património, às 18h00 do dia 05 de setembro, com o Quarteto de Cordas, seguindo-se a atuação no Centro de Diálogo Intercultural - Igreja da Misericórdia, às 19:30, também com o Quarteto de Cordas.

No dia 07, o programa continua, às 18h30, na Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira, com o Grupo de Cordas e, às 21h30, no Teatro José Lúcio da Silva, o Ensaio Aberto de Madama Butterfly, Ópera em Três Atos de Giacomo Puccini.

No dia 08, às 11h00, o Museu de Leiria recebe o Grupo de Sopros e também neste dia tem lugar, no Jardim da Almuinha Grande, o Concerto Sinfónico, Requiem, de Giuseppe Verdi.

Por fim, na segunda-feira, dia 09 de setembro, sobe ao palco do Teatro José Lúcio da Silva, às 21h30, o Concerto Operático Madama Butterfly, Ópera em Três Atos de Giacomo Puccini.

A entrada é gratuita, mas sujeita ao levantamento de bilhete, para os espetáculos que se realizam em recintos fechados.

Para mais informações siga o link https://bit.ly/2k0LD2A 

“O.P.(us) – Ópera no Património” 
O programa “O.P.(us) – Ópera no Património” teve início em 2017 e do seu percurso faz parte a apresentação de obras de referência da história da música, em alguns dos mais emblemáticos monumentos da região Centro, num total de 91 espetáculos por ano.

Uma das ideias chave do projeto “O.P.(us) – Ópera no Património”, que tem como mentor e programador o maestro José Ferreira Lobo, é a dinamização do património material, através da organização de espetáculos em imóveis ou locais de valor patrimonial extraordinário, seja arquitetónico, urbano ou natural, concedendo à obra musical uma dimensão cénica notável.

O projeto é cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional a partir da sua candidatura ao Programa Operacional Regional do Centro e executado no triénio 2017, 2018 e 2019.

“O.P.(us) – Ópera no Património” é um projeto que se concretiza através da realização de um conjunto de eventos de cariz operático associados ao património e à cultura dos territórios de Leiria, Batalha, Viseu, Pinhel, Vila Nova de Foz Côa e Coimbra e cujo roteiro dá ainda destaque à descoberta do património, através de visitas guiadas e palestras, em paralelo com os eventos musicais, numa estratégia regional que promove a preservação de valores culturais e naturais além da dinamização do turismo cultural.

Câmara Municipal de Leiria
Largo da República, 2414-006 Leiria
T 244 839 500
E cmleiria@cm-leiria.pt

Validação
powered by Wiremaze
image title