Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao Início
Alertas/trânsito
  

Loja de Cidadão constitui "momento de viragem no diálogo entre cidadãos e Administração Pública"

Aap1039808 1 675 2500
19 Dezembro 2019

.                                                                                                                                                                                                                            

 

 

O presidente da Câmara Municipal de Leiria, Gonçalo Lopes, afirmou esta quinta-feira que “a abertura da Loja de Cidadão em Leiria constitui um momento de viragem no diálogo entre cidadão e Administração Pública e também entre a administração central e local, com benefícios óbvios para o cidadão”.

Gonçalo Lopes falava na cerimónia de inauguração da Loja de Cidadão, onde, desde a sua abertura, na passada segunda-feira, já foram atendidas mais de 1.750 pessoas nos serviços ali prestados, e que serão reforçados em fevereiro do próximo ano com a abertura de cinco postos do Balcão Único de Atendimento do Município de Leiria.

Na sua intervenção, Gonçalo Lopes deixou um agradecimento ao anterior presidente da Câmara Municipal de Leiria, Raul Castro, pelo trabalho que desenvolveu para a abertura da Loja de Cidadão.

“Quando decidiu avançar para a aquisição deste imóvel, Raul Castro teve a argúcia de, no momento certo, resolver dois problemas para a cidade: Evitou que este imóvel pudesse ser utilizado para fins menos condizentes com a sua história e garantiu uma localização de excelência para a Loja de Cidadão”, disse, mostrando-se convicto de que este espaço vai contribuir para a dinamização do comércio no centro da cidade.

Gonçalo Lopes realçou ainda o excelente trabalho de adaptação do antigo Paço Episcopal para a sua nova função.

“Este imóvel, um elemento de grande importância do património e da história da nossa cidade, entra num novo ciclo em que se consagra ao serviço público na sua dimensão mais nobre”, afirmou o presidente da Câmara Municipal de Leiria, deixando um agradecimento ao arquiteto Carrilho da Graça, autor da reabilitação deste imóvel, “um dos grandes obreiros da devolução deste edifício aos leirienses”.

“O restauro do antigo Paço Episcopal constituiu à época um caso exemplar de reabilitação patrimonial e assume-se a partir de agora como uma importante âncora para o desenvolvimento do centro histórico de Leiria”, disse, Gonçalo Lopes, revelando que a parte não ocupada deste imóvel vai receber a ‘Black Box’ – Plataforma de Criação Artística, cujo estudo prévio já se encontra finalizado.

“Este é um projeto cultural urbano que disponibilizará a todos os intervenientes no ciclo produtivo das artes um leque muito alargado de opções cénicas, que permitirão a oferta de espetáculos seja no teatro, dança, música, novo circo, vídeo ou projetos transdisciplinares”, disse, enquadrando este projeto na ambição de Leiria ser Capital Europeia da Cultura em 2027.

O presidente da Câmara Municipal de Leiria defendeu ainda que a abertura deste espaço “inscreve-se numa vaga de fundo nas sociedades mais desenvolvidas que exigem da administração pública passos efetivos no sentido da agilização, desmaterialização e digitalização”, realçando que este espaço completa uma rede de serviço público no concelho de Leiria que conta com 12 Espaços do Cidadão nas Freguesias de Amor, Bajouca, Bidoeira, Coimbrão e Maceira e as Uniões das Freguesias de Monte Real e Carvide, Monte Redondo e Carreira, Colmeias e Memória, Santa Catarina da Serra e Chainça, Santa Eufémia e Boavista, e Souto da Carpalhosa e Ortigosa.

“Esta estratégia de aproximação e desburocratização é fundamental para levar a bom porto o processo de modernização e reforma administrativa que deve ser encarado como um fator determinante de aprofundamento do sistema democrático que o país não pode continuar a adiar”, disse.

Também presente na cerimónia, a ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, afirmou que as Lojas de Cidadão são “um conceito com inegável sucesso na aproximação aos cidadãos”, tendo como subjacente uma filosofia simples: “organizar os serviços em função das necessidades dos cidadãos e não em função das entidades que os prestam. O objetivo é melhorar a acessibilidade e aprofundar o tema da inclusão”, disse a governante.

“Com a abertura de Lojas de Cidadão e o alargamento da rede de Espaços Cidadão – em colaboração com as autarquias locais, sobretudo juntas de freguesia – vamos continuar este caminho de aproximação às populações, sempre focados nas necessidades concretas dos cidadãos e auxiliados por tecnologia e modelos de gestão inovadores”, concluiu Alexandra Leitão.

Na Loja de Cidadão de Leiria está instalado o Espaço Cidadão, Instituto dos Registos e Notariado, Segurança Social, Autoridade Tributária, Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Leiria e Contact Center da Agência para na Modernização Administrativa.

Câmara Municipal de Leiria
Largo da República, 2414-006 Leiria
T 244 839 500
E cmleiria@cm-leiria.pt

Validação
powered by Wiremaze
compete