Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao Início
Alertas/trânsito
  

"Desenho Impaciente" de Carlos Alberto Silva vence Prémio Literário Afonso Lopes Vieira

Premio literario 1 675 2500
27 Dezembro 2019

O Prémio Literário Afonso Lopes Vieira, na sua primeira edição dedicada à Literatura Infantil, foi atribuído, por decisão unânime do júri do concurso, ao trabalho "Desenho Impaciente" de Carlos Alberto Silva, cujo texto se baseia numa intriga aliciante e imaginativa, que abre uma janela para a efabulação dos leitores.

Nesta edição do concurso foram ainda atribuídas duas menções honrosas, recebidas pelos trabalhos "Coisas que não são" de Adriana Isabel Marques de Campos e Ana Sofia Ferreira Neves, pela ficcionalização do tópico das relações interpessoais associado à memória e, "A Casa da Felicidade", de Sandra Inês Andrade Ramos Cruz, pela qualidade literária indiscutível, com grande delicadeza de linguagem, alcançando pontes interculturais.

Concorreram 38 trabalhos dos quais foram excluídos cinco, por não estarem em conformidade com o regulamento do concurso, tendo sido apreciados 33 trabalhos pelo júri constituído por representantes do Município de Leiria, da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais -Instituto Politécnico de Leiria, da Associação Portuguesa de Críticos Literários e da Associação Portuguesa de Escritores.

No valor de 5 mil euros, o Prémio Literário Afonso Lopes Vieira, é bienal, e foi instituído pelo Município de Leiria com o intuito de homenagear e divulgar o poeta leiriense e homem da cultura, Afonso Lopes Vieira, bem como, para incentivar a criatividade literária, a descoberta de novos valores no campo das letras e o gosto pela escrita. No primeiro biénio (2019/2020) o prémio é dedicado à Literatura Infantil, no segundo será dedicado à Poesia e no terceiro, à Novela e ao Conto.

A cerimónia de entrega dos prémios terá lugar em data a anunciar pelo Município.

 

O Vencedor do Prémio Literário Afonso Lopes Vieira

Carlos Alberto Silva nasceu a 25 de Junho de 1958, em Pombal e vive em Leiria.
Diplomado em educação de infância, especializou-se em Comunicação Educacional e Gestão da Informação, desempenhando atualmente funções de professor bibliotecário, no Agrupamento de Escolas de Porto de Mós, onde leciona Iniciação à Programação a alunos dos 3.º e 4.º anos de escolaridade. Ultimamente, tem desenvolvido algum trabalho de pesquisa e experimentação no domínio da Robótica Educativa como instrumento de aprendizagem, nomeadamente no que diz respeito à leitura e à escrita.
Entre outras atividades, tem exercido nas áreas do teatro, das artes plásticas, do jornalismo, da animação cultural e do ensino e formação. Desenvolve diversas ações no âmbito da mediação e promoção da leitura, como autor e contador de histórias.
Enquanto formador, tem ministrado vários cursos e dinamizado oficinas no âmbito das Expressões Artísticas e da promoção e animação da leitura, bem como da Programação e Robótica Educativas, no Instituto Politécnico de Leiria, no ISLA, no Instituto Camões e diversos centros de formação de professores.
Escreve desde muito novo, tendo diversos textos publicados em “fanzines”, jornais e “sítios” da internet.

Publicou as seguintes obras:
2018 – «Marina e os mares de plástico» (com ilustrações de Leonor Lourenço). Leiria: Edição do autor.
2017 – «A nuvenzinha que gostava de trovoada» (com ilustrações de Patrícia Penedo). Leiria: Edição do autor.
2017 – «Contos e lendas de arrepiar». Leiria: Edição do autor.
2016 – “A cinta do seareiro” (com ilustrações de Beatriz Silva). Ferreira do Zêzere: Fundação Maria Dias Ferreira.
2015 – “Sete pulgas pequeninas” (com ilustrações de G. António Jorge). Leiria: Edição do autor.
2014 – “O livro das palmas”. Leiria: Edição do autor.
2013 – “Loro Sa’e e o bornal das histórias” (com ilustrações de Gémeo Luís). Porto: Edições Eterogémeas.
2011 – “Ó Simão, seu trapalhão, já armaste confusão!” (com ilustrações de Beatriz Silva). Leiria: Textiverso. [Reeditado em 2014. Leiria: Edição do autor].
2010 – “A Leiria de Miguel Torga – Guia da Cidade” (no âmbito das comemorações do Dia de Miguel Torga em Leiria, numa iniciativa da Junta de Freguesia local e da agência da Fundação INATEL). Leiria: Textiverso. [Reeditado em 2012, em versão bilingue, pela Junta de Freguesia de Leiria / Textiverso].
2010 – “O urso que perdera o coração”. Leiria: Textiverso. [Reeditado em 2015. Leiria: Edição do autor].
2009 – “Murmúr(i)os e outras imagens faladas” (com fotos de Carlos Fernandes). Leiria: Textiverso.
2004 – “Bestiário Poético”. Leiria: Editora Folheto.

Participou ainda, como co-autor, nas seguintes obras:
2012 – “Histórias com animais lá dentro”. Leiria: Associação Zoófila de Leiria «Fiéis Amigos» / Textiverso.
2009 – “Actas do I Colóquio sobre Miguel Torga em Leiria”. Leiria: Textiverso.
2002 – “Didáctica das Expressões” (coord. do Prof. Doutor Amílcar Martins). Lisboa: Universidade Aberta.

Câmara Municipal de Leiria
Largo da República, 2414-006 Leiria
T 244 839 500
E cmleiria@cm-leiria.pt

Validação
powered by Wiremaze
compete